No passado dia 7 de novembro, os alunos do 12ºE participaram numa visita de estudo, acompanhados pelos professores Paulo Faustino, João Cera e Rui Marques, às instalações da FUNFRAP - FUNDIÇÃO PORTUGUESA, S.A., AVEIRO, empresa que se dedica à fundição e maquinação de peças em ferro fundido lamelar e nodular para a indústria automóvel.

Os alunos dos cursos de EAC e GPSI tiveram a oportunidade de efetuar uma visitada guiada, vendo a fábrica em plena laboração. A FUNFRAP destaca-se pela sua segurança, por ser uma grande empresa empregadora e por ser muito moderna tecnologicamente, pois é a fundição portuguesa mais robotizada. Os professores envolvidos e os alunos gostaram, tendo sido uma visita de fundamental interesse para os alunos de eletrónica e de programação.

Quando a poesia é límpida, transparente, profunda, lúcida e leve, é tão fácil viajar nela serenamente, entrar nos poemas, morar nas palavras, como quem está deitado na areia morna, à beira-mar, ao pôr do sol das distâncias…

Foi assim, a 6 de novembro de 2019, na Escola Adolfo Portela!

A noite vestiu-se de sabor (A)mar!

O dizer poético foi feito numa caminhada a várias vozes, um pé na dança, outro nos acordes, as mãos na pintura, tudo na poesia! A renascer Sophia!

Retomando a já velha e saudável tradição dos encontros do Chá com Letras, a nossa biblioteca fez, da noite desta sexta-feira, 25 de outubro de 2019, uma noite de encantos pelo testemunho do canto e da dança, da música e da leitura e enalteceu, dando a conhecer e recordando através do livro biográfico da autora e professora bibliotecária, Maria Helena Pires, Domingos Amorim Brás.

Abnegadamente, Domingos, aluno que foi da nossa Escola, no incêndio criminoso que dizimou a zona serrana de Águeda na madrugada do dia 14 de junho de 1986 plantou, com a vida, a coragem do verdadeiro altruísmo. Era o bombeiro mais novo dos 13 consumidos pelas chamas. Tinha, apenas, 18 anos. Que deles não se perca a memória.

No mês de outubro, teve início o curso avançado de Neurociências na Escola Adolfo Portela, com a participação de investigadores doutorados.

O curso aborda a estrutura e função do cérebro e algumas das técnicas utilizadas para estudar as funções normais e patológicas do sistema nervoso. São abordadas as bases celulares da bioeletricidade, da perceção do ambiente, das doenças neurodegenerativas, da esclerose múltipla, das doenças psiquiátricas, e da ação de várias drogas com base em estudos em células nervosas em cultura e em estudos do cérebro.

Doze alunos dos 10º e 11º anos e duas professoras de Biologia frequentam o curso que vai decorrer semanalmente até finais de dezembro.

A nossa escola está inscrita no Parlamento dos Jovens, uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens desde o 2.º ciclo ao ensino secundário.
Este ano o tema para o Ensino Básico é “Violência no namoro: da sensibilização à ação!” e para o Ensino Secundário é “Violência no namoro: como garantir o respeito e a igualdade?”.

O programa Parlamento dos Jovens desenvolve-se em várias fases ao longo do ano letivo, sendo a primeira fase o debate, ao nível da escola, do tema proposto, seguindo-se as eleições dos deputados à Sessão Distrital.

No caso de quererem participar, deverão formar equipas de alunos do mesmo ciclo de ensino (só básico ou só secundário), com 10 alunos efetivos (que podem ser da mesma turma ou de turmas diferentes) e com uma representação mínima de 33,3% de cada um dos sexos. Os alunos a integrar as listas não poderão ter mais de 16 anos (no básico) ou de 19 anos (no secundário), feitos até ao dia 25 de outubro de 2019.

Numa conversa informal, descontraída, os alunos do 7º ano da nossa Escola estiveram à conversa, nos dias 21 e 22, com o Professor Dr. Levi Guerra, um ilustre aguedense e excelente comunicador. Médico, investigador, professor catedrático, pintor … partilhou as experiências da sua vida e da sua obra, vincando os elementos basilares que a constituíram e que passam pela alegria de viver, pela resiliência no trabalho e na dedicação aos outros, numa partilha sem vaidades nem materialismos, princípios que acredita deverem continuar a nortear as gerações jovens atuais.

A atividade foi dinamizada pela nossa biblioteca, no âmbito do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e na sequência, também, da oferta que ele próprio fez, à nossa Escola, de dez obras de pintura, por si produzidas e que estão afixadas em vários locais, nomeadamente na biblioteca e no Auditório. Não deixes de as contemplar.

Dando continuidade ao saudável hábito, iniciado com a 1ª edição do CIL – Concurso Intermunicipal de Leitura - a nossa Escola fez oferta, a 17 de outubro, pelas mãos do seu diretor, dos livros escolhidos para a 1ª fase do concurso, aos alunos do 3º Ciclo e do Secundário, inscritos para tal. Com este gesto, procede-se a um maior incentivo da leitura, atendendo a que o encargo financeiro do livro fica por conta da Escola. Estão de parabéns os alunos que se propuseram entrar no concurso e que desta forma provam, também, que a Leitura está de boa saúde, recomendando-a.

E pronto, ficamos a aguardar o dia 22 de novembro altura em que, no contexto da atividade mensal da nossa biblioteca, intitulada “Chá com Letras”, será realizada a prova de leitura oral, individual. Até lá!

No passado dia 16 de outubro, os elementos do Clube de Programação da ESAP participaram no evento CodeWeek@Águeda, dinamizado na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA).

Este evento é uma iniciativa anual apoiada pela Comissão Europeia que visa divulgar as temáticas da programação e da literacia digital junto dos cidadãos de forma criativa e apelativa.

Estes alunos, sob a orientação de Docentes da ESTGA, tiveram a oportunidade de se envolver em pequenos desafios lógicos e realizar atividades de programação com recurso às mais recentes e inovadoras plataformas de aprendizagem. Estão, por isso, de parabéns.

No dia 14 de outubro de 2019, foi apresentado o Relatório CAF (Common Assessment Framework) de Autoavaliação da Escola Adolfo Portela por Hugo Caldeira, da empresa Another Step, no Auditório da Escola.

Para além da equipa de Autoavaliação, estiveram presentes os coordenadores de Área Disciplinar; a presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação (APEDESAP), Marlene Melo; a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Águeda, Elsa Corga; o diretor, Henrique Coelho; e a presidente do Conselho Geral, Maria Gabriel Abrantes.

A CAF é um modelo europeu de avaliação da qualidade, adaptado ao contexto do setor público, e que pode ser usado como ferramenta para autoavaliação organizacional.

Pág. 1 de 26

   
ERASMUS +   Selo Escola Saudável
Aceda à plataforma moodle para ter acesso aos recursos das diversas disciplinas.
PROGRAMA QUALIFICA
Mais Qualificação, Melhor emprego.
Aceda ao portal GIAE para adquirir online as senhas de refeição.
Go to top