Decorreram na Universidade de Aveiro, nos dias 29 e 30 de abril, as competições nacionais de Matemática para alunos do Ensino Secundário (Mat12) e do 3º ciclo do Ensino Básico (EquaMat), respetivamente.

Associar os conteúdos lecionados na sala de aula ao jogo e ao desafio permitiu que os alunos testassem os seus conhecimentos de uma forma lúdica, atrativa e apelativa, criando ainda mais gosto e entusiasmo pela disciplina de Matemática.
A nossa Escola participou com doze equipas, num total de 24 alunos, na competição EquaMat e com nove equipas, num total de 18 alunos, na competição Mat12.

Destacaram-se, na Competição EquaMat, os alunos Marta Rocha e Rodrigo Marques (7º B), ficando em 42º lugar, em 563 equipas participantes e Brenda Matos e Manuel Rés (8º C e H), ficando em 35º lugar, em 568 equipas participantes.

Na Competição Mat12, destacaram-se os alunos Maria Margarida Barbeito e Samuel Santos, (10º A), ficando em 38º lugar, em 332 equipas participantes e Ana Luísa Rocha e Ana Mafalda Trindade (12º A), ficando em 69º lugar, em 253 equipas participantes.

Parabéns a todos os participantes!!! Podes consultar todos os resultados em https://pmate.ua.pt/cnc/

Pleno de alegria, emoção, palavras, poesia, música, canção, assim se viveu mais um encontro no Chá com Letras.

Como habitualmente, foi entregue o prémio anual ao Maior Leitor da nossa biblioteca – este ano foram contemplados dois – a Adriana Simões (9º C) e o Afonso Portugal o qual, não sendo aluno da nossa escola, aqui requisita todos os livros que lê e, portanto, é nosso leitor, também. Escusado será dizer que os prémios atribuídos foram livros, por eles escolhidos, a saber: “Sonetos”, de Florbela Espanca e “O miúdo advogado”, de John Grisham.

No contexto do 25 de abril de 1974, foi rei o poema de Ary dos Santos, intitulado Um homem na cidade, dito por um grupo de alunos do 7º E, que aqui deixamos como convite para Mais Leitura e Maior Liberdade:

Fazendo jus a um compromisso que desde a 1ª sessão do Concurso se tornou norma a nossa Escola ofereceu, através do seu diretor, ao aluno Rodrigo Sobral, o livro adotado para o 3º Ciclo do CIL (Concurso Intermunicipal de Leitura).

O Rodrigo irá representar, por mérito próprio, a nossa Escola na referida 3ª fase, que será levada a cabo no dia 4 de maio, no Centro Cultural e de Congressos, em Aveiro. Felicidades e sucesso para a sua responsabilidade.

E porque Ler faz bem ao coração, aqui ficam as referências do livro em causa para todos os que assim o desejarem.

A Escola Secundária Adolfo Portela (ESAP) abriu as portas, no dia 3 de abril, para a realização de um dia diferente do habitual, o Dia Aberto, que culminou com um Sarau Cultural, no Centro de Artes de Águeda, em duas sessões, às 17 e às 20 horas, que esgotaram por completo aquela sala de espetáculos.

Na parte da manhã, os alunos da Escola Adolfo Portela, nomeadamente os do 9º ano, juntamente com cinco turmas do Agrupamento de Escolas de Águeda e duas turmas de 9º ano do Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga percorreram o «Trilho das Ciências», constituído por diversos pontos, em que os alunos puderam conhecer o que de melhor se faz na ESAP nas áreas da Biologia e Geologia, Física e Química, Eletrónica e Robótica, Informática e Multimédia, Matemática, entre outras. Visando, particularmente, os alunos de 7º ano, realizou-se, também, o «AstroMat», projeto com uma sessão de Astronomia, orientada pelo astrónomo José Augusto Matos, seguido do ‘workshop’ de Matemática «Tcharam, matemática vista de outra perspetiva», dinamizado por professores da Escola Superior de Viseu. Ainda a propósito de Astronomia, destaque para o projeto «Reserva Dark Sky Alqueva», cujos responsáveis apresentaram uma palestra para alunos do Secundário. Refira-se, ainda, a realização de diversas atividades desportivas, envolvendo várias modalidades e muitos alunos, nomeadamente o Ténis, com a colaboração de Fernando Vilela do Clube de Ténis de Águeda. Pensando nos alunos do 8º ano, realizou-se a «Goma de provérbios», uma atividade lúdica em torno do nosso património tradicional oral.

No 1º período a Associação de Estudantes, Projeto Brincadeiras e o Espaço Solidário procederam a uma Recolha Solidária de bens alimentares, produtos de higiene e vestuário. A comunidade educativa contribuiu com 28 unidades de bens alimentares, 65 produtos de higiene pessoal e 236 peças de vestuário.

Os produtos de higiene pessoal e alimentares foram doados à CERCIAG para entregar a famílias necessitadas antes do Natal. No segundo período, todas as roupas recolhidas também foram entregues à mesma instituição.

Conforme carta de agradecimento da CERCIAG, “Iniciativas como esta materializam o somatório de vontades, que é também a nossa, de grande caminhada para uma sociedade mais justa na promoção dos valores de convivialidade, tolerância, solidariedade e respeito entre todos os cidadãos e, sobretudo, promovem o homem social, promovendo verdadeiras oportunidades de igualdade.” O nosso muito obrigado a todos!

Go to top