Decorreu na passada sexta-feira, dia 24 de maio, o “Dia de Surf” da ESAP. Este ano, foram 26 os “surfistas” que se aventuraram nas ondas da Praia da Barra.
Após a chegada às instalações da Associação de Surf de Aveiro, vestimos os fatos de surf, pegamos nas pranchas e seguimos viagem em busca de “mares nunca d’antes navegados”…

Assim que chegamos à praia, foram transmitidas algumas informações relativamente ao material técnico, à mecânica do mar, à segurança, acompanhadas de algumas questões técnicas dos principais movimentos.
Depois do respetivo aquecimento, passou-se à parte prática, em que os alunos executaram os movimentos abordados na areia, tendo de seguida passado para o mar.

Dinamizada pelas professoras de Português, Teresa Honório e Adília Esteves, realizou-se na tarde do dia 22 de maio, na ESAP, uma oficina de Poesia orientada pela escritora aguedense, Maria da Conceição Vicente, na qual participaram alunos de todas as turmas do 7º ano.

Esta oficina teve como objetivo despertar o gosto pela poesia, criando nos alunos a vontade de brincar com as palavras, experimentando a criação dum poema coletivo, partindo de temas como os nossos medos, segredos, a nossa autoestima, as gavetas onde guardamos os nossos “Poema de crescer”.

Este livro da escritora foi o ponto de partida para explorar emoções e fazer nascer a Poesia do coração dos alunos!

O aluno Guilherme Oliveira da 11ºA da Escola Adolfo Portela (ESAP) ganhou uma medalha de prata na 17ª edição da Olimpíada da Ciência da União Europeia (EUSO 2019), que decorreu em Almada, de 4 a 11 de maio.

Durante uma semana, os alunos participantes, oriundos de 24 países da União Europeia, competiram em duas provas experimentais, com conteúdos das áreas da Biologia, Física e Química, que decorreram nos laboratórios da FCT Nova, em Almada.
Nesta competição participaram mentores, observadores e alunos, bem como membros das Comissões Científica e Organizadora, envolvendo mais de 300 pessoas.

Cada uma das 50 equipas participantes (duas por país e quatro por Portugal, por ser país organizador) participou, além das provas, em diversas atividades culturais, científicas, desportivas e recreativas no distrito de Lisboa, com destaque para o concelho de Almada.
As quatro equipas portuguesas realizaram uma boa prestação, na medida em que duas receberam medalhas de bronze e as outras duas receberam medalhas de prata.

O dia 17 de maio não foi um dia qualquer para os alunos do Clube de Leitura, isto porque, acompanhados das professoras Helena Pires e Susana Oliveira, deslocaram-se à BMMA para, de acordo com uma visita programada, ficarem conhecedores desse espaço e fruírem um momento de Conto, na pessoa do extraordinário contador, Luís Silva e, ainda, poderem entrevistar a doutora Helena Marques, enquanto diretora deste organismo.

Essa entrevista foi previamente preparada pelos alunos do 11º ano, Ana Neves, Paulo Lemos e Maria Inês Dias. Neste contexto, falou-se de livros, de leituras, de dedicação e de amor ao trabalho. Foi uma manhã enriquecedora. Para ler a entrevista clica em "Ler Mais".

Pelo quinto ano consecutivo a Escola Secundária Adolfo Portela esteve representada na final nacional do concurso CanSat Portugal. Este ano coube à equipa Pegasus a tarefa de representar a escola neste concurso, esta tarefa já foi assumida pela equipa Ícaros em 2015, 2016 e 2017 e pela equipa Psique em 2018.

Depois de qualificada para a final nacional, a equipa Pegasus cumpriu com êxito todas as missões inerentes ao concurso, tendo obtido uma menção honrosa pelo seu desempenho. A final nacional realizou-se na Ilha de Santa Maria, Açores, entre os dias 2 e 5 de maio. Tal como nos anos anteriores, a equipa foi orientada pelo professor João Cera.

O CanSat Portugal é um projeto educativo do ESERO Portugal, organizado pela Ciência Viva e pela Agência Espacial Europeia (ESA). A iniciativa desafia alunos do ensino secundário de todo o país a projetar e construir um modelo funcional de um micro-satélite (CanSat) cujos sistemas base (antena, bateria e sensores) terão de estar integrados num volume equivalente ao de uma lata de refrigerante. A equipa contou com o apoio do departamento de Física e do Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro.

 

 

Go to top